O que o Black Friday precisa aprender com o Aniversário Guanabara

*Reprodução do artigo escrito por Celso Fortes, CEO da agência Novos Elementos para o Portal Mundo do Marketing 

A cada ano que passa fica mais claro. Apesar de todo o potencial, o Black Friday  brasileiro ainda não é o evento relevante que poderia ser. E isso fica fácil de perceber se o comparamos com o mitológico Aniversário dos Supermercados Guanabara. A comparação pode até soar como piada, mas é justamente a popularidade dessa data por aqui que nos obriga a refletir e até levar o levar mais à sério.

Veja que mesmo com os trânsitos, correrias e outros transtornos que o evento proporciona ao Rio de Janeiro, a marca de supermercados ainda consegue sair por cima da carne seca e lotar cada vez mais as unidades. As promoções superam as reclamações, basta olhar a página do grupo no Facebook. A grande maioria dos comentários são elogiosos.

Tudo sem fazer uma propaganda agressiva. Ou seja, existem elementos interessantes nessa história e que podem trazer boas reflexões de marketing para todos Confira abaixo alguns pontos que separei e que a turma do Black Friday deveria ficar mais atenta por aqui:

Preço baixos – Encontrar uma oferta realmente barata no Black Friday brasileiro é quase um milagre. Na grande maioria dos casos os preços não são reduzidos de verdade. Além do usuário lidar com ofertas falsas a todo instante, há relatos de que os preços são inflacionados cerca de quinze dias antes do dia de promoções e depois reduzidos ao estado normal para passar uma falsa queda de preços. No Guanabara as reduções são efetivas. Alguns produtos chegam a custar 50% menos. A empresa negocia valores ainda mais em conta para os consumidores e isso atrai até os interessados em compras por atacado.

Percepção da realidade – Todo mundo sonha em comprar TVs LCDs, Notebooks e Smartphones melhores. No entanto, com a economia brasileira indo mal e a inflação cada vez mais alta, as pessoas pensam duas vezes antes de fazer um investimento maior que seu bolso permite. Logo, é natural que as prioridades sejam voltadas para produtos básicos, de consumo diário, como a alimentação e itens de casa. Esta é justamente a seara do aniversário Guanabara. A rede vende alimentos e produtos realmente necessários para a vida cotidiana do brasileiro da Classe C e D. Isso faz com que as promoções sejam ainda mais desejadas pelos consumidores.

Comportamento dos usuários – Você já viu vídeos do Black Friday nos Estados Unidos e também já assistiu a entrada das pessoas em um supermercado Guanabara no Rio. É uma correria e  em alguns casos, infelizmente, acontecem brigas. Recentemente até um jornal dos Estados Unidos comentou que a festa do Guanabara é algo que deixa o Black Friday de lá no chinelo. Isso mostra que é preciso estar preparado para lidar com as pessoas e seus ânimos exaltados. No Black Friday brasileiro, a maioria das compras são feitas pela internet, mas isso não evita a ocorrência de chateações. É comum os sites ficarem fora do ar por excesso de acessos. Volta e meia os produtos estão com preços errados ou já estão esgotados e continuam a aparecer na loja virtual. No fim, quem acaba pagando o pato é o consumidor. Isso gera maior desconfiança e derruba a credibilidade do evento.

Capacidade de realizar o evento –  Outro ponto positivo para o Aniversário Guanabara é que a promoção ocorre em apenas uma rede. Não são várias marcas ou shoppings promovendo promoções juntos, mas sim unidades espalhadas pela cidade que vão abrir as portas para a população comprar mais barato. Imagine o tamanho da logística necessária para dar conta do recado. Dimensione o tamanho da dor de cabeça e da responsabilidade que os líderes da marca devem ter arcar para lidar com os transtornos causados no entorno dos supermercados.  Ainda assim a marca realiza seus aniversários há décadas e continuam a lotar a cada edição.

Adesão da população – Se você mora no Rio de Janeiro ou conhece alguém de lá, sabe o quanto as pessoas comentam o tema. Seja uma brincadeira na rua ou um post nas redes sociais, isso gera mídia espontânea e expectativa sobre o assunto. As TVs locais cobrem o evento. Mais, alguns consumidores realmente investem na aura da festa do supermercado e viram verdadeiros personagens folclóricos, como o homem vestido de Capitão América e o menino preocupado com a amiga Amanda. Este tipo de retorno é fundamental para manter o aspecto de diversão que um aniversário comum deveria de ter.

Envolvimento digital – A social media do Supermercado Guanabara aproveita e muito o momento e os personagens motivados com o evento. A equipe dá espaço para eles e brincam com seus “bordões”. A empresa também comenta os posts dos usuários com bom humor e valoriza as palavras dos clientes, o que faz aumentar a empatia das pessoas com o evento.

 

por: Agência Novos Elementos 0 comentários